Dia quatro

Hoje foi o dia de começar a trabalhar.

Bem, pelo menos foi o dia com menos passeios, até agora.

Pela manhã, acordei meio atrasado para a Welcome Session na Polimi. Felizmente conseguimos pegar a sequência ônibus->metrô a tempo, e chegamos perto das 10 na faculdade. A welcome session começava as 10:30 – e fomos instruídos a ir para lá só perto das 10:25. Ok então, né. 😀

Fomos para um auditório da faculdade. Bem acabado, uma construção mais moderna do campus. Super funcional. Todos os alunos CSF receberam uma mochila do Politecnico di Milano, com um mapa da cidade, um folder sobre a universidade e um chip de telefone da TIM – curiosamente a Telecom Itália funciona muito bem por aqui :D. A apresentação basicamente falou um pouco sobre a universidade, a estrutura educacional Italiana (de graduação e pós) e brevemente sobre as aulas. Preenchemos o formulário para pedir o Permesso di Soggiorno, uma espécie de permissão/aviso que ficaremos em solo italiano por mais de 3 meses. Depois disso, o pessoal da Erasmus Student Network se apresentou. Pelo que eu entendi, eles são um grupo de alunos que busca inserir os alunos estrangeiros no ambiente da universidade e cultura onde estes vão. Ou seja: viagens, festas, passeios, coisas assim. Parecem ser pessoas super abertas a conversar e trocar ideias, mas não sei se são as melhores para trabalhar com.

Depois que a apresentação se encerrou, a universidade deu um coffe-break/almoço. Nunca comi nada tão gostoso em um coffe-break antes, e olha que eu sou viciado em pão de queijo! Vários sanduíches, foccacias, pizzas, bolos, mousses, macarrão com um molho delicioso, sucos diversos… Enquanto tinham limpos, as bebidas eram servidas em taças altas, e haviam pratos de louça e talheres metálicos para o macarrão. Não sei se algum dia um coffe-break/almoço vai superar esse. Depois de me saciar, fiz minha carteirinha da Erasmus, meio na dúvida se vale a pena ou não. Às 14:30 começamos a prova de italiano. A parte fácil foi MUITO fácil, mas a difícil foi TENSA. Todas as questões fáceis eram do tipo “complete com palavras da lista”, enquanto que as duas últimas – as SUPER DIFÍCEIS eram do tipo “Leia o texto e conjugue o verbo apropriadamente”.  Foi insana a parada. Depois, no teste oral, me atrapalhei tentando dizer que as matérias que quero fazer aqui não posso no Brasil (esqueci a palavra para matéria :X ), mas acho que fui bem. O resultado sai na sexta-feira, então só resta esperar.

Assim que saí da prova, nos reunimos em 9: Eu, Leo, Vitor, Nicole, Gustavo, Lívia, Yves, Cris e Gabriel Busone, outro amigo do Leonardo. Passamos um tempo numa livraria ao lado da universidade (livro em italiano sobre segurança computacional. Ainda estou em dúvida se pago os 70 euros para tê-lo *-*), para logo depois decidirmos caçar uma Vodafone (operadora de telefonia que funciona em toda europa). Claro, não achamos, e acabamos jantando um BK e um gelato, na Estação Central (tinha das duas outras grandes operadoras, a TIM e a Wind, mas da vodafone? NOPE).

Até agora foi o dia mais ‘normal’ que tive. Todo dia praticamente estou acordando meio cedo para conhecer algo novo, com a Universidade sendo um dos lugares mais interessantes que já vi. Logo trago umas fotos de lá.

Ah, hoje eu não tirei foto de nada 😦 Talvez por que fosse um dia meio normal, talvez pke não acho correto tirar foto de uma apresentação de slides (não me pergunte. Para mim é desrespeito).

TL;DR: Dia menos bizarro da semana. Palestra, coffe-break (maravilhoso), prova…

Anúncios

~ por nesello em 2014 08 30.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: