Poema(1)

Todos nós procuramos a felicidade
Cada um de sua forma
Cada um de seu jeito
Eu
Eu procuro a felicidade dos tolos
Ela vem com o sorriso de outros
Vem a mim a felicidade que busco
Quando vejo em seu rosto o sorriso da lua
E nele o brilho do sol
E farei de tudo para que ele continue
Seja com um beijo
Seja com um abraço
Seja com um adeus

Pois eu, eu vejo o mundo com os olhos de um cego
Que vê apenas aquilo que sente, aquilo que toca, aquilo que é real
Vejo o mundo com os olhos de um morto
Que sabe aquilo que importa, e vê apenas o que tem sentido
E vejo o mundo com os olhos de uma criança
Em que tudo é novo e tudo vale a pena
E com esses olhos eu vejo voce
Aquela que existe, aquela que importa
Aquela que vale a pena.

por Ricardo “Ugo”.

Anúncios

~ por nesello em 2010 07 20.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: