Livro do mês – Triste Fim de Policarpo Quaresma

Um livro clássico do Lima barreto. Sei que muitos odeiam ele(provavelmente por terem encarado a leitura como uma obrigação escolar – Qaundo leem o livro), mas ele possui um significado psicológico(e um outro que não me lembro agora) muito forte.

O livro inicia num momento onde o nacionalismo está se desenvolvendo em todo o mundo, em um pré-1ªGM. Policarpo, nacionalista ferrenho, é funcionário público, e pesquisador do Brasil. Julga nossa pátria a melhor de todas, nossa cultura superior, nossas terras as melhores, e nosso governo, justíssimo.

O momento retratado, pouco antes de uma das revoltas da armada(segunda, se minhas aulas de história ainda não desapareceram), mostra um Brasil em processo de eliminação da monarquia. A sociedade é comparável à de qualquer obra de Alencar – não existem grandes diferenças.

A narrativa, em terceira pessoa, nos permite olhar externamente às ações de Policarpo e os outros personagens. Onisciente, temos acesso a importantes pensamentos, que nos levam a concordar com Quaresma, ou com seus antagonistas.

Outra história corre em paralelo, de Ismênia, e as críticas à sociedade carioca da época. A transição entre o que seria modernista e o realista é bem agradável.

Está interessado? Triste Fim de Policarpo Quaresma já é uma obra de domínio público, estando disponível aqui. Se preferir, ela pode ser encontrada em livrarias, com certa facilidade.

Anúncios

~ por nesello em 2010 03 31.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: